16 curiosidades sobre Eros

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Ah o amor! Uma das maiores e dádivas que o homem pode alcançar. Todo mundo sonha em um dia encontrar a sua cara-metade. Afinal, existe coisa melhor do que amar e ser amado?

De acordo com a mitologia grega, Eros é o grande responsável por unir as pessoas fazendo transbordar o amor em seus corações. Muitos já foram flechados por esse deus, inclusive ele próprio! Vamos entender tudo neste post!

Depois recomendamos leitura neste link das 16 curiosidades que envolvem outros personagens da mitologia grega.

Conhecendo as 16 curiosidades sobre Eros

mitologia-grega-eros-curiosidades
1 – A palavra Eros, é derivada do verbo érasthai, que em grego clássico, significa “desejar ardentemente”, em outras palavras, “estar ardente de amor“.

2 – Eros é o deus do amor. Na maioria das vezes é colocado como filho de Afrodite e Ares, mas para Hesíodo, na Teogonia, ele é um deus primordial que nasceu do Caos.

3 – Hesíodo descreve Eros como sendo o mais belo e irresistível de todos os seres e, abrindo mão de seu bom-senso, considera-o o unificador dos elementos e fundamental para a passagem do Caos ao Cosmo, ou seja, da desordem ao mundo organizado.

4 – Existe uma terceira versão para o nascimento desse deus. Segundo Platão, os deuses banqueteavam em comemoração ao nascimento de Afrodite. Naquele evento Poro, a abundância embebedou-se de néctar e adormeceu no jardim. Foi quando Pênia, a pobreza, aproveitando-se da situação manteve relações sexuais com ele. Dessa união nasceu Eros, que passou a acompanhar Afrodite pelo fato de ter sido concebido no dia de seu nascimento.

5 – Como filho de Afrodite ele era representado como uma criança que nunca crescia. Certa vez, sua mãe questionou à Métis, a prudência, esse fato. A amiga explicou que Eros era muito solitário e precisava de um irmão. Com a chegada de Anteros, o pequeno deus começou a crescer normalmente.

mitologia-grega-eros-curiosidades2
6 – Com o tempo, Afrodite concebeu quatro Erotes que personificavam as diferentes faces do amor, sendo Eros o principal deles:

  • Eros era o que representava o amor verdadeiro, da união e da afinidade que gera simpatia e inspira;
  • Anteros era o deus dos amores correspondidos e não-correspondidos e das manipulações. Ele também é considerado o oposto de Eros sendo a antipatia que desune e separa;
  • Himeros era o deus do desejo sexual e carnal;
  • Pothos era o deus da paixão cega e fervorosa.

7 – Em Roma, Eros era identificado como Cupido, sendo inicialmente representado como um jovem muito belo, às vezes com asas e outras sem elas, que atingia corações humanos com suas flechas.

8 – Um fato curioso é que Eros foi completamente ignorado pelo famoso poeta Homero e só aparece pela primeira vez na Teogonia, de Hesíodo.

9 – Dentre diversas lendas sobre Eros, a mais conhecida é a de Psique, na qual o deus deveria induzir a moça a apaixonar-se por um monstro à pedido de sua mãe. Entretanto sua flecha saiu pela culatra acertando ele mesmo, assim tornou-se seu amante.

mitologia-grega-eros-curiosidades3
10 – Muitos filósofos consideram Eros como a representação do amor e Psique como a representação da alma, juntos como uma metáfora sobre a espiritualidade humana.

11 – Eros e Psiquê tiveram filhos trigêmeos que chamavam-se:

  • Eros II, que passou a cuidar do amor dos homens;
  • Hedonê ou Volúpia, a deusa das virtudes, representada como uma fada de grandes asas;
  • Voluptas, o deus sapeca dos prazeres.

12 – Um mito sobre Moros, o deus do destino, conta que ele roubou três flechas de Eros, energizou-as e escondeu-as no interior de três árvores diferentes no mundo dos homens. Segundo a lenda, se uma pessoa for atingida por uma dessas flechas tem a memória reiniciada. Caso um indivíduo consiga disparar as três ao mesmo tempo, faz com que o tempo retorne à existência do Caos, originando uma nova história para o mundo.

mitologia-grega-eros-curiosidades4
13 – Já nas representações de poetas satíricos, Eros era um homem que usava venda nos olhos e carregava seu arco e flecha, podendo acertar qualquer humano, fazendo-o cair de amor pela primeira pessoa que visse.

14 – Nos cultos primórdios, quando ele ainda não tinha uma imagem definida, era venerado na forma de uma pedra comum. Com o passar do tempo o escultor Praxiteles criou uma linda estátua que passou a representa-lo.

15 – Eros, na psicanálise, é o conceito de atração sexual decorrente do amor apaixonado, desta forma os termos erótico e erotismo derivam-se desse deus.

16 – Seus símbolos são o arco e a flecha, o coração flechado e o cupido.

Gostou das cursoriedades sobre Eros? Então não deixe de compartilhar! share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários