16 Curiosidades sobre Hefesto

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Hoje vamos reforçar com Hefesto o nosso time dos deuses que já tiveram suas 16 curiosidades contadas aqui no blog.

Os deuses da mitologia grega foram criados para explicar o inexplicável. Como já colocamos aqui por diversas vezes, eles representam o poder dos fenômenos naturais aliados à semelhança física dos homens.

E desde que existe homem, existe labuta. Então logicamente que não poderia faltar um deus que represente os esforços do trabalho. E esse é Hefesto.

mitologia-grega-hefesto-dest
Curiosidades sobre Hefesto

1 – Na mitologia grega Hefesto é o deus dos metais, do fogo, da metalurgia e de tudo o que envolve o trabalho físico e brutal. Mas também representa o trabalho racional, a exemplo da engenharia.

2 – Filho legítimo dos deuses soberanos do olimpo Zeus e Hera. Algumas versões dizem que Hera o concebeu sozinha, após a deusa zangar-se com Zeus por ele ter dado origem à Atena também sozinho.

3 – Diferente de Atena que veio perfeita ao mundo, Hefesto nasceu feio e disforme. Possuía o corpo tomado de pelos, a face deformada e uma perna maior que a outra. Desta maneira foi rejeitado pela mãe e lançado do Olimpo.

4 – Hefesto caiu no mar e foi resgatado por Tétis e Eurínome, as filhas do Oceano. Foi criado escondido em uma gruta, onde ficou vigoroso e aprendeu a manipular os metais. Tornou-se mestre em engenharia e fabricou os mais fascinantes ornamentos do mundo grego.

5 –  As gregos diziam que, assim como o fogo que começa com uma faísca e torna-se depois grandioso, Hefesto nasceu pequeno e fraco e tornou-se forte e imponente. Daí veio a atribuição de Hefesto como o Deus do Fogo.

mitologia-grega-hefesto-4
6 – Já adulto, construiu um trono mágico e enviou anonimamente ao Olimpo como presente à mãe. Hera, admirada com tamanha perfeição, sentou-se imediatamente. Minutos depois percebeu que não conseguia mais levantar-se.

7 – Em seguida os deuses saíram a procura do responsável pela encomenda, até que Dionísio encontrou Hefesto, que recusou-se ir ao Olimpo desfazer o feitiço. O deus do vinho embriagou-o e levou-o de volta ao recinto dos deuses montado em um jumento.

mitologia-grega-hefesto-3
8 – Após muita insistência e com a promessa de integra-lo novamente aos Olimpianos, Hefesto quebrou o encanto e reconciliou-se com Hera. Tornou-se, então, um dos mais valorosos e prestativos deuses da mitologia grega.

9 – Hefesto dava jeito para tudo, só não para sua aparência e isso foi motivo de muitas rejeições amorosas. Solitário, criou servas de ouro que amorosamente cuidaram dele por muito tempo.

10 – Mesmo com suas valorosas servas, Zeus reparava que o filho continuava amargurado. Aliando esse fato ao reconhecimento de sua presteza na confecção dos raios sagrados, concedeu-lhe Afrodite, a deusa do amor, como esposa.

mitologia-grega-hefesto-e-afrodite
11 – Conta a lenda que em uma discussão entre Zeus e Hera, Hefesto tomou partido para o lado da mãe. Revoltado, o deus supremo lançou-o novamente do Olimpo. A queda durou um dia inteiro. Alguns autores atribuem a essa segunda queda a deficiência na perna de Hefesto.

12 – Desta vez o deus foi parar nas terras de Lemnos, região que passou a ter poderes sagrados. Muitos gregos, acreditando na cura para a loucura, hemorragias, picadas de cobras, dentre outros, eram levados àquelas terras na esperança de recuperação.

13 – Para os gregos antigos, Hefesto representava aos homens o mesmo que Atena representava às mulheres, isto é, simbolizavam as habilidades manuais praticadas pelos seres humanos. Desta maneira, na Grécia Antiga eles possuíam templos e festas em comum.

mitologia-grega-templo-de-hefesto
14 – Hefesto e Atena tiveram um filho chamado Herictônio, fruto da violação do deus contra a deusa. O menino nasceu disforme como o pai e também foi rejeitado. Posteriormente tornou-se o primeiro rei da cidade de Atenas, como contamos aqui.

15 – Às ordens de Zeus, Hefesto criou a primeira mulher do mundo, Pandora. Também foi ele o responsável por confeccionar o tridente de Poseidon, as flechas de Apolo, a armadura de Aquiles, as sandálias de Hermes, dentre outros ornamentos magníficos da mitologia grega.

mitologia-grega-hefesto-5
16 – Vulcano é seu representante na mitologia romana e seus símbolos são a bigorna, o martelo, os metais preciosos e o vulcão.

Vocês já conheciam alguma dessas curiosidades? Não esqueçam de comentar e compartilhar! share-facebook-200

L.C. Galahad é mitólogo há 23 anos, sendo a mitologia grega sua especialidade. Seu primeiro contato com o fascinante mundo das lendas gregas aconteceu quando ele tinha apenas quinze anos de idade. Com seus intensos estudos e dedicação tornou-se um profundo conhecedor do universo mitológico. E-mail: lcgalahad@mitologiagrega.net.br

Comentários

comentários