Ciclopes, gigantes de um olho só

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Dentre a grande variedade de criaturas fantásticas da mitologia grega existe uma que é emblemática, os ciclopes. Mas antes precisamos esclarecer uma coisa que poucas pessoas sabem sobre eles: Existem três raças de ciclopes, os Urânios, os Sicilianos e os Construtores.

mitologia-grega-ciclopes

Ciclopes da mitologia grega

Os ciclopes são gigantes selvagens com um olho só no meio da testa. Na maioria das vezes são descritos como criaturas que não respeitavam as leis divinas. Moravam em cavernas, saqueavam agricultores e alimentavam-se de carne humana.

Uma outra característica desses monstros é a grande habilidade nas forjas, assim, ficaram famosos como exímios construtores e manipuladores de jóias e metais, entretanto não eram dotados de muita inteligência.

Os ciclopes mais conhecidos da mitologia grega são Polifemo, Arges, Brontes e Estéropes, mas destacamos que eles eram bem numerosos, já que possuíam famílias bem grandes, com esposas e muitos filhos.

Vamos agora conhecer um pouco mais sobre as raças e os ciclopes mais famosos da mitologia grega.

Ciclopes Urânios

mitologia-grega-arges-brontes-esteropes
Esses são filhos dos deuses primordiais Urano e Gaia e conhecidos como os mais antigos ciclopes da mitologia grega.

Segundo a lenda, quando Gaia deu origem a Arges, Brontes e Estéropes, Urano ficou tão perplexo com o poder deles que os lançou no Tártaro junto aos Hecatônquiros.

Entretanto eles acabaram ganhando destaque somente na na Titanomaquia. Isso porque Zeus, quando veio resgatar seus irmãos devorados por Cronos e reivindicar o trono do Olimpo, libertou os ciclopes. Como reconhecimento, eles ajudaram os deuses forjando suas armas para a guerra.

Arges, que o nome significa brilhante, ficou responsável em fabricar os raios de Zeus. Brontes, que significa trovão, forjou o tridente de Poseidon e Estéropes, cujo nome significa relâmpago, criou o elmo da invisibilidade de Hades.

Posteriormente, bem depois do fim da guerra, os três foram mortos covardemente por Apolo. Isso porque Zeus fulminou um de seus filhos preferidos, Asclépio, com um de seus raios. Como vingança e transferindo a culpa para os ciclopes criadores dos raios, Apolo executou-os com suas flechas sagradas.

Ciclopes Sicilianos

mitologia-grega-ciclopes-dest
Segundo a mitologia grega, esses ciclopes viviam na Sicília e tiveram origem do Ichor, ou seja, do sangue de Urano quanto tocou o solo após seu castramento.

Eles viviam como pastores e eram extremamente selvagens. Não dominavam a agricultura e sempre que podiam invadiam e devastavam as plantações dos homens que viviam por ali.

Outras características desses ciclopes é que não tinham leis entre eles e também não temiam os deuses. Sem contar que volta e meia caçavam homens e alimentavam-se da sua carne. Suas famílias eram bem numerosas e com o crescimento dessa raça passaram a dominar toda a Sicília, a qual ficou conhecida como a Ilha dos Ciclopes.

O mais famoso de todos os ciclopes sicilianos foi Polifemo, entretanto sua origem é diferente dos outros, pois ele era filho de Poseidon e Teosa.

mitologia-grega-ciclopes-2

Ciclope Polifemo

Polifemo ficou muito famoso por aprisionar Ulisses e seus marujos em sua caverna, como contado na Odisséia de Homero. De acordo com o poema, Ulisses atracou na Ilha dos Ciclopes, mas até então não sabia o que tinha ali. Ele selecionou alguns de seus homens e juntos foram vasculhar o local, onde encontraram uma enorme caverna. Em seu interior contemplaram utensílios gigantescos, além de muito leite e queijo.

Os homens foram flagrados pelo gigante Polifemo chegando com seu rebanho de ovelhas. O ciclope enfurecido não perdeu tempo e devorou logo dois de uma vez. Entretanto Ulisses, muito astuto, lhe ofereceu vinho, uma iguaria ainda desconhecida pelo monstro.

Embriagado depois de muito beber, Polifemo adormeceu e só acordou quando uma viga em brasas perfurava seu único olho. Assim, Ulisses e seus soldados conseguiram escapar. Esse conto é um pouco extenso, por isso é assunto para outro artigo.

Ciclopes Construtores

mitologia-grega-ciclopes-1
Não se tem muitos detalhes sobre essa raça de ciclopes. O que sabemos é que eles trabalhavam em forjas no interior do Monte Etna e não tinham características violentas, eram apenas trabalhadores dedicados.

Supõe-se que eles sejam filhos de Poseidon e ajudantes de Hefesto na fabricação de armas, no manuseio de metais e pedras preciosas.

Ciclopes na cultura contemporânea

mitologia-grega-ciclopes-4
Pelo fato de serem criaturas fantásticas, os ciclopes jamais foram esquecidos. Atravessaram centenas de anos na história e estão vivos até hoje na cultura moderna.

Um exemplo são os quadrinhos da Marvel, onde um dos personagens mais famosos e carismáticos é o Ciclope.

Já na literatura, os ciclopes ganharam as páginas de best-sellers como na série Percy Jackson de Ricky Riordan e As Crônicas de Nárnia de C.S. Lewis.

Esses são os ciclopes da mitologia grega. Você já os conhecia? Se gostou compartilhe! share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários