Os filhos de Nix, a deusa noite profunda

Facebooktwittergoogle_pluspinterest
mitologia-grega-nix-4

Nix, Deusa Primordial da Noite

Segundo a mitologia grega, Nix era uma das Deusas Primordiais e personificava a noite profunda. Uma das principais fontes dessa informação é a teogonia de Hesíodo.

Nela a deusa Nix é citada inúmeras vezes, principalmente no poema que narra o nascimento dos deuses gregos.

Isso porque nesse processo a Noite teve um papel extremamente importante dentro do mito, pois foi um dos primeiros seres e também um dos mais poderosos que surgiram.

Leia mais em: Deuses Primordiais

Vale lembrar ainda que Nix é filha de Caos e foi a segunda criatura a surgir do vazio, seguida pelo seu irmão gêmeo Érebo, que personifica a escuridão.

Logo após eles, surge Gaia, que é a personificação da Terra, Tártaro, que é a personificação das trevas e Eros, que é a personificação do amor e da criação. Todos são considerados irmãos de Caos.

Nix também é considerada a defensora das bruxas e feiticeiras e é a deusa de todos os segredos noturnos. Ela também controla a vida e a morte dos homens e dos deuses, sendo muito respeitada e temida por eles. Até mesmo Zeus, que era o deus dos deuses, a temia e respeitava muito.

mitologia-grega-caronte

Caronte, filho de Nix: O barqueiro do submundo

Essa deusa ainda foi a responsável por acolher Hélio, personificação do Sol, quando os Titãs queriam matá-lo, aceitando ele entre seus filhos Éter, Hemera e Hespérides.

Leia mais em: Titãs da Mitologia Grega, primeira geração

mitologia-grega-as-queres

As Queres, filhas de Nix: Daemones da Morte Violenta

Os filhos de Nix são também muito poderosos e habitam o mundo inferior, representando poderes e forças que nenhum outro deus seria capaz de conter.

mitologia-grega-nemesis

Nêmesis, filha de Nix: A Vingança Divina

Conhecendo os filhos de Nix

Nix se uniu ao seu irmão gêmeo Érebo, com quem teve dois filhos, também Deuses Primordiais: Éter e Hemera.

Ela também gerou muitos filhos espontaneamente, ou seja, sem união com outra divindade. Eis todos os filhos da deusa:

  • Moros, que é a personificação da sorte e do destino;
  • Queres, que são Daemones e que são a personificação da morte violenta e da fatalidade;
  • Tânato, que é a personificação da morte e tem um irmão gêmeo chamado Hipnos;
  • Hipnos é a personificação da sonolência e o deus do sono, irmão gêmeo de Tânato;
  • Os Oniros, que eram as mil personificações dos sonhos;
  • Momos, que é a personificação do sarcasmo e da ironia;
  • Oizus, que personifica a tristeza, a angustia e a miséria;
  • As Hespérides, que são deusas primitivas e representam a primavera o espírito de fertilidade da natureza;
  • As Moiras, que são as três irmãs impiedosas e deusas do destino;
  • Nêmesis, que personifica o destino e a vingança divina;
  • Apáte, que personifica a fraude e o engano;
  • Filotes, que era um Daemon que personificava da amizade e o carinho;
  • Geras, que é também um Daemon que personifica a velhice;
  • Éris, que era a deusa da discórdia;
  • Lyssa, que é a personificação da ira e da loucura produzida pela raiva;
  • Epifron, que é um Daemon que personificava da prudência, a atenção e o cuidado;
  • Hécate (em algumas versões), que é a deusa da magia negra e da bruxaria;
  • Éter, Deus Primordial do céu acima do céu e do ar puro respirado pelas divindades;
  • As Erínias, que são as três irmãs que personificam a vingança, conhecidas também com As Fúrias;
  • Hemera, que é a Deusa Primordial da luz;
  • Caronte, o barqueiro do mundo dos mortos;
  • Morfeu, que é o deus dos sonhos.

Leia mais sobre Daemones em: Daemon, anjos e demônios

mitologia-grega-hecate

Hécate (algumas verões), filha de Nix: Deusa da Magia Negra

Dessa forma, tudo que poderia haver de doloroso da vida de uma pessoa era considerado obra de Nix ou de seus filhos.

Vale lembrar que a grande maioria dos filhos de Nix nada mais é do que a abstração de conceitos que foram personificados em figuras divinas.

mitologia-grega-eris

Éris, fila de Nix: Deusa da Discórdia

Nix e seu irmão Érebo eram os únicos Deuses Primordiais capazes de gerar filhos humanos.

Ainda segundo a mitologia grega, as Hespérides e Hemera nasceram a fim de que ela pudesse descansar. Essa é apenas mais uma simbologia que dá origem ao ciclo que conhecemos como dia.

Isso porque Hemera traz o dia, relacionada com Eos, que representa da aurora e Hélio que representa do Sol.

Depois, as Hespérides trazem a tarde, relacionadas com Selene, que representa a Lua. Logo após, Nix traz a escuridão da noite absoluta.

Todas essas divindades unidas criam o conjunto da dança das horas, criando ciclos que conhecemos como dias.

mitologia-grega-morfeu

Morfeu, filho de Nix: Deus dos Sonhos

Para complementar esse ciclo, também temos Deuses de outras linhagens como as Horas, que representam ciclos anuais ou mensais e Leto, que recebe o legado de ser divindade da noite.

Essa é a história de Nix e seus filhos na mitologia grega. Não esqueça de compartilhar!  share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários