Hades, o deus do mundo inferior

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

mitologia-grega-hades-submundoHades é o Deus do mundo inferior e dos mortos, segundo a mitologia grega. Seu nome significa “o rico”. Na mitologia romana o seu representante é Plutão.

Vale lembrar que esse deus é considerado um dos deuses da segunda geração e que ele é filho de Cronos com Réia, ambos nascidos de Gaia e Urano.

Dentre seus vários irmãos está o famoso Zeus, o pai de todos os deuses que derrotou urano e governou universo.

Além disso, Hades também é irmão de Héstia, deusa do lar, Demeter, deusa da agricultura, Poseidon, deus do mar e Hera, deusa do céu e do matrimônio.

Hades, era casado com Perséfone, personagem que ele mesmo roubou do mundo superior para ter como rainha, contudo nunca tiveram filhos. Perséfone era a deusa dos perfumes, flores, frutos e ervas. Este mito ficou muito conhecido como o rapto de Cora.

Leia mais em: Perséfone, a rainha do submundo

Apesar de ser recohecido como um deus fiel, ele a traiu duas vezes: uma quando teve um caso com a ninfa do Cócito e outra quando se apaixonou por Leuce, filha do Oceano.

mitologia-grega-hades-persefone

Hades e Perséfone, o rapto de Cora.

A união de Hades com Perséfone traz uma simbologia que une as mais importantes forças da natureza.

Essas forças são o subsolo, e toda sua riqueza de minerais e tudo que brota dele, do seu interior. Em outras palavras é uma simbologia para a vida e a morte.

Hades só conseguiu o domínio dos mundos inferiores depois de uma grande batalha contra os titãs, na qual ele, Zeus, Poseidon e os outros irmãos saíram vitoriosos.

Depois dessa batalha, na qual Hades pôde dominar o submundo, Zeus passou a dominar o céus e a terra e Poseidon ficou com os mares.

Leia mais em: Titanomaquia, a Guerra dos Titãs

Uma das características de Hades era ser muito quieto e uma curiosidade é que seu nome raramente era pronunciado. Isso porque as pessoas tinham medo de fazê-lo e sempre buscavam recursos para se referir a ele.

mitologia-grega-hades-submundo2Hades era um deus bastante temido pelo fato de que em seu reino, sempre havia espaço para mais e mais almas.

O mundo dos mortos era um lugar muito obscuro onde reinavam a tristeza e as trevas. O que muita gente não sabe é que esse mundo inferior era dividido em duas diferentes partes.

A primeira dela se chamava Érebo. Era esse o lugar onde as almas permaneciam para serem julgadas e receberem os seus castigos ou recompensas.

A segunda parte era denominada Tártaro. Essa era a região mais profunda de todas onde as almas iam receber o seu castigo e onde os Titãs ficaram aprisionados.

Hades, por sua vez, era o presidente desses julgamentos e era ele quem dava as sentenças às almas que chegavam lá.

Além de muitas trevas e sombras ainda habitava no mundo inferior uma criatura, chamada Cérbero, que era responsável por vigiar o local.  Cérbero era um cão com cauda de dragão e 3 cabeças.

mitologia-grega-hades-cerberoHades também ficou conhecido na mitologia grega por raramente abandonar os seus domínios, ou seja, quase nunca sair do mundo profundo para ir a outro lugar.

As únicas exceções a isso foi o dia que ele foi raptar sua esposa, Perséfone, e também o dia em que foi ao Olimpo para se curar de uma ferida feita por Heracles.

Vale lembrar ainda que Hades possuía o incrível poder de devolver a vida de um homem. Entretanto, foram poucas as vezes que ele chegou a fazer isso sendo a maioria dessas vezes a pedido da esposa.

Hades também era conhecido com o Deus Invisível pois ele tinha um capacete que lhe conferia o poder ficar protegido de todos os olhares do mundo. Esse mesmo capacete foi usado por outros heróis como Perseu e Atena.

O mais importante de tudo é esclarecer um erro muito comum para a maioria das pessoas. Isso porque muita gente pensa que Hades é o deus da morte e isso é um engano.

Na verdade, ele domina o mundo dos mortos, portanto ele é o deus do pós-morte, visto que não tira a vida de ninguém.

No que diz respeito ao seu papel na mitologia grega Hades costuma ficar em segundo plano, uma vez que sua “área” é compartilhada por outras divindades, tais como Tânato, que é o deus da morte ou as Queres, que são retratadas na Ilíadas como responsáveis por recolher a alma dos guerreiros.

Esse é Hades, um dos deuses da mitologia grega.  share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários