Homossexualidade na mitologia grega

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

Desde o princípio da história escrita, muitos mitos, folclores e textos apresentam temas como a homossexualidade e a identidade de gênero. Por isso, se engana muito quem acredita que esse é um tema atual e recente.

Sendo assim, desde os tempos mais remotos muitas estórias envolvem a homossexualidade e também a bissexualidade até mesmo representando experiências míticas e/ou sagradas.

Na Grécia antiga era comum a formação de casais de homens com homens e mulheres com mulheres.

Até mesmo alguns mitos foram criados a fim de explicar a origem da pederastia, que é a relação de homens mais velhos com jovens. O primeiro deles, dizia que Orfeu, se apaixonou por um jovem adolescente depois da morte de Eurídice, sua mulher.

O fato é que existem muitas ocorrências de temas que hoje conhecemos como LGBT na mitologia clássica, que engloba tanto a mitologia grega quanto a romana, que sempre apresentaram diversos mitos envolvendo seres do mesmo sexo.

A importância dessas narrativas é tão grande que têm influenciado fortemente a literatura ocidental no decorrer dos anos, sendo frequentemente adaptadas, reescritas e republicadas.

Já o lesbianismo, é bem pouco encontrado nos mitos, embora haja quem diga que existiu um envolvimento entre Ártemis e Calisto.

Outro ponto importante e que pouca gente sabe é que Dionísio, conhecido como deus das festas e do vinho, também era identificado como patrono dos travestis e hermafroditas.

Além dele, alguns outros deuses são considerados patronos do amor entre homens homossexuais, tal como Afrodite, a deusa do amor, e mais alguns daqueles que integram a sua comitiva, tais como Eros, Pothos e Himeros. Falamos sobre esses três neste artigo.

Eros, citado acima, também é integrante de uma trindade de deuses que tiveram papel nas relações homoeróticas da mitologia grega, juntamente com Hermes e Hércules. Ele concedeu aos amantes do sexo masculino qualidades como força e eloquência para o primeiro e beleza e fidelidade para o segundo.

O fato é que a homossexualidade era algo bastante comum na Grécia Antiga e, entre homens, ele foi bastante representado na mitologia grega. 

Personagens que praticaram a homossexualidade na mitologia grega

Que a homossexualidade era algo comum na Grécia Antiga, já ficou claro, não é mesmo?! O fato é que antes do mundo cristão, a pratica da homossexualidade era algo comum e corriqueiro na sociedade da época.

Então, vamos conhecer personagens homossexuais da mitologia grega:

Aquiles

mitologia-grega-homossexualidade-aquiles-patroclo
Muito conhecido pelo seu calcanhar, mas a verdade é que o seu ponto fraco era outro. Embora Homero nunca tenha deixado nada explicito sobre a relação entre Aquiles com seu melhor amigo Pátroclo, muitos entendidos do assunto interpretam-na como um caso de amor.

Para você entender melhor a paixão entre entre os dois: na Guerra de Tróia, Pátroclo foi assassinado por Heitor e isso provocou a maior de todas as iras de Aquiles, que desafiou o príncipe troiano para um duelo direto. Após muita luta, Heitor caiu pelas mãos de Aquiles. Não satisfeito o herói grego amarrou o corpo de Heitor a seu cavalo e o arrastou, dando várias voltas ao redor das muralhas de Tróia.

Zeus

mitologia-grega-homossexualidade-zeus-ganimedes
Sim, Zeus também tinha um lado homossexual e isso aparece quando ele fez de Ganimedes, um jovem mortal, seu copeiro. A relação entre eles era de pederastia, algo muito comum naquela época.

Apolo

mitologia-grega-homossexualidade-apolo-jacinto
Apolo também era um deus conhecido por suas relações homossexuais. Isso porque além de ter diversos amantes ninfos, ele também mantinha um caso com o príncipe Jacinto, da Macedônia.

Apolo também teve envolvimento com o jovem cantor Tamiris, que foi o considerado o primeiro relacionamento homoafetivo da história.

Dionísio

mitologia-grega-homossexualidade-dionisio
Como foi dito anteriormente, além de ser o deus do vinho e das festas Dionísio também era considerado o patrono dos travestis e transgêneros.

Como seu amante podemos encontrar o belo Adônis e também Ampelo.

Vale lembrar ainda que fez uma viagem com Hades e o guia Prosimno, com quem prometeu fazer sexo ao termino da jornada. O mito conta que Prosimno acabou morrendo, porém, seu corpo foi transformado em um falo de madeira para que o trato entre eles pudesse ser cumprido.

Hermes

mitologia-grega-homossexualidade-hermes-crocus
Conhecido como o mensageiro dos deuses, Hermes aparece como amante de outros homens em diversos mitos. Em um deles, uma variação do mito de Jacinto, o amante de Hermes, chamado Crocus, foi quem morreu e virou uma flor.

Já em outro mito se sugere que Hermes teve um grande envolvimento com o famoso herói Perseu, para quem ele emprestou suas sandálias aladas para derrotar a Medusa.

Narciso

mitologia-grega-homossexualidade-narciso
Um dos personagens mais conhecidos da mitologia grega, Narciso era o mais vaidoso dos homens. Entretanto, ao contrário do que se pensa, o primeiro homem pelo qual ele nutriu sentimentos não foi por ele mesmo e sim por Ameinias.

Isso porque de acordo com um mito da região da Beócia, eles chegaram a ter um relacionamento, porém, Narciso veio a se cansar do amante, fazendo com que Ameinias se matasse por causa da rejeição.

Além desses deuses, muitos outros também viveram relações homossexuais em diversos outros mitos. O fato é que o homossexualidade é muito presente na mitologia grega e agora você já sabe um pouco mais sobre o assunto.

Gostou? Compartilha!
share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários