Moros, o deus do destino

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

mitologia-grega-morosSegundo a mitologia grega, Moros era o deus do destino e da sorte, mas também era o deus das criaturas do tártaro e da morte. A sua personificação era uma entidade cega.

Hesíodo, na Teogonia, afirma que Moros era filho de Nyx e por isso foi considerado um Daemon.

Leia mais em: Daemon, anjos e demônios

Por ser cego e, ao mesmo tempo, responsável pelo destino, o seu caráter é definido principalmente pela inevitabilidade. Assim sendo, tanto os mortais quanto os deuses estão subordinados à ele.

Na história grega, Moros era quase sempre representado tendo a terra aos seus pés e uma estrela e um cetro nas mãos, demostrando toda a sua superioridade.

Em outras representações Moros também aparecia como uma roda que fica abaixo de uma rocha, preso por correntes e com duas cornucópias. Essa imagem representa tanto sua sorte como também a sua inflexibilidade.

De tão fatal e inevitável que é o Destino, nem mesmo Zeus pode escapar do que ele predestina e dos acontecimentos que ele dita.

As leis de Moros estão todas escritas em um grande livro que pode ser acessado, porém somente de forma escura através dos oráculos.

Moros, que também pode ser chamado de Aeon, que significa tempo eterno, é considerado o marido de Ananque e também o pai das moiras, que também controlam o destino.

mitologia-grega-flechas-morosAs moiras eram três irmãs a quem os gregos e os deuses, porém nunca tinham sucesso visto que o destino é imutável.

Uma curiosidade é que existe um mito sobre Moros. Esse mito conta que ele pegou de Eros 3 flechas e passou a elas uma parte da sua energia. Depois disso, ele escondeu essas flechas no mundo dos humanos.

Ainda segundo o mito, essas três flechas quando disparadas juntas fariam o tempo voltar para a existência de Caos, fazendo com que toda a história acontecesse novamente.

As flechas citadas no mito ficaram conhecidas como as flechas do destino. Uma dessa flechas estaria escondida no templo de Eros. A outra estaria no templo perdido de Moros e a terceira em alguma árvore perdida no mundo dos humanos.

O mito sobre Moros ainda afirma que se as flechas forem disparadas separadamente pode fazer com que a memória de alguém volte na história.

mitologia-grega-3-moirasAs moiras, filhas de Moros

A moiras eram três irmãs que podiam determinar o futuro dos deuses e também dos mortais.

Essas três mulheres tinham uma aparência fúnebre e fabricavam, teciam e cortavam o que chamavam de fio da vida de todos aqueles vivos.

Durante a realização do seu trabalho as moiras usam a famosa Roda da Fortuna que nada mais é do que um tear, usando na tecelagem dos tais fios.

Assim sendo, as voltas que a roda dá colocam o fio de um indivíduo horas no topo, parte mais privilegiada, e hora no fundo, parte menos desejada.

Isso serve para explicar os períodos da vida de todos em que há mais ou menos sorte.

As moiras também criaram Têmis, guardiã dos julgamentos, Nêmesis, deusa da vingança e do equilíbrio e as erínias.

Vale lembrar ainda que as moiras pertencem à geração de deuses primordiais e eram domadoras tanto dos deuses quanto dos homens.

Leia mais em: Deuses Primordiais

Elas eram filhas de Nyx e representam a lei que rege a vida de todos os deuses e homens do universo. Lei essa que ninguém pode mudar e nem mesmo Zeus conseguia transgredir sem que interferisse na harmonia do cosmos.

Já quanto à sua representação elas apareciam de diferentes formas. Isso porque os poetas da antiguidade mostravam moças sinistras, com unhas longas e dentes grandes. Já os artistas plásticos às pintavam como belas donzelas.

Para finalizar, as moiras eram:

  • Cloto que significa fiar. Ela era responsável por tecer o fio da vida. Era por isso a deusa dos partos e nascimentos.
  • Láquesis que significa sortear. Ela era a responsável por puxar e enrolar o fio da vida e atuava junto com Pluto, Tique, Moros e outros determinando a sorte de cada um.
  • Átropos, que significa afastar. Ela era a responsável por cortar o fio da vida e atuava juntamente com Moros, as Queres e Tânato, determinando a morte de um indivíduo.

Leia mais sobre as moiras em: 8 incríveis figuras quase sempre esquecidas da Mitologia Grega

Agora você já sabe um pouco mais sobre Moros! Compartilhe! share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários

Open