O voo de Dédalo e Ícaro

Facebooktwittergoogle_pluspinterest

mitologia-icaro

Dédalo era um habilidoso artífice, que após assassinar seu aprendiz ainda mais habilidoso, fugiu com seu filho Ícaro para a ilha de Creta, onde foi recebido com bondade pelo rei Minos.

Foi Dédalo quem construiu o Labirinto onde morava o Minotauro e foi também ele que revelou a Ariadne o segredo que ajudaria Teseu a sair do labirinto após matar o monstro.

Leia mais em: Teseu e o Minotauro

A artimanha consistia em usar um carretel de lã para marcar o caminho e retornar pelo mesmo trajeto feito desde a entrada.

Esperava, desta forma, conseguir o perdão pelo assassinato e assim retornar com Teseu, príncipe de Atenas, à sua terra natal.

Contudo, foi impedido de regressar, pois Minos, tomou conhecimento do crime e o trancou no próprio Labirinto.

Mesmo conhecendo a saida não podia escapar, pois a porta estava muito bem guardada.

Com sua habilidade, entretanto, Dédalo escapou, posto que, ao fazê-lo, perdesse o filho Ícaro.

Construiu asas, fazendo estruturas de madeira e fixando nelas penas de aves por meio de cera.

Com essas asas, ensinou Ícaro a voar, recomendando-lhe, porém, que não se aproximasse demasiado do Sol, para que o calor não derretesse a cera, e não chegasse muito perto do mar, para que a água e o sal não danificassem as penas.

Mas quando Ícaro bateu suas asas, saindo do Labirinto, e viu Cnossos e Creta estendidos lá embaixo, deleitou-se com o espetáculo.

Querendo ampliar ainda a sua visão e querendo aproveitar cada vez mais o sentimento de liberdade, alçou-se mais e mais, chegando cada vez mais perto do Sol, sem atentar para os gritos de advertência do pai.

O calor derreteu a cera dissolvendo suas asas e o moço precipitou-se no mar.

Hoje, o ponto onde estima-se que ele caiu, é conhecido como Mar Icário.

 share-facebook-200

Leia também

Comentários

comentários

1 Comentário

  1. Virtual server

    Na mitologia grega, Нcaro era filho de Dйdalo, um dos homens mais criativos e habilidosos de Atenas, conhecido por suas invenзхes e pela perfeiзгo de seus trabalhos manuais, simbolizando a engenhosidade humana.

Comentários encerrados.